Friday, September 3, 2010

Classes Sociais

Espero que vocês achem esse post interessante - porque eu fiquei surpreso!!

Anteontem eu estava me perguntando em qual classe social eu me encaixava... Eu esperava me encontrar na posição de classe média ou classe média alta... Eu tenho apenas 27 anos, nunca ganhei nada dos meus pais (herança, casa, carro) - surpreendentemente eu descobri que eu estou na base da classe alta...Com a minha renda mensal atual de 12,4 mil (salario) + 2,2 mil (proventos estimados da minha carteira de ações) eu poderia me considerar classe A1!! Impressionante... Eu jamais imaginaria que eu fosse enquadrado nesta situação - principalmente pelo meu estilo de vida... Eu não tenho nenhum luxo na minha casa e ia trabalhar a pé 1 ano atrás para economizar dinheiro do estacionamento.....

Fiz a comparação utilizando a classificação da consultoria Target (abaixo):

1.Classe A1:inclui as famílias com renda mensal maior que R$ 14.400
2.Classe A2: maior que R$ 8.100
3.Classe B1: maior que R$ 4.600
4.Classe B2: maior que R$ 2.300
5.Classe C1: maior que R$ 1.400
6.Classe C2: maior que R$ 950
7.Classe D: maior que R$ 600
8.Classe E: maior que R$ 400.
Miseráveis: menor que R$ 400 (sem referência)

O que aconteçeria se eu perdesse meu emprego??

De acordo com a tabela acima, eu iria desabar da classe A1, diretamente para a classe C1.. Quer dizer.. Iria de classe alta para média-baixa!! Mesmo que eu tivesse uma casa com piscina e outra casa na praia - eu ainda seria considerado classe média-baixa... As classes sociais são medidas por renda  - e não por consumo. Esta classificação também não reflete bens, patrimonio, etc...Interessante..

Entao, o que vai aconteçcer quando eu me aposentar?? Hoje, eu gasto aproximadamente 3 mil reais todo mes e sou classe alta. Na minha aposentaria, eu vou ganhar 4-5 mil por mês e deslizarei para classe média - mesmo aumentando meu consumo... :)))) Pra mim não faz sentido algum!!!

Moral da história: Uma pessoa que esteja na classe A não necessariamente tem uma vida melhor do que alguém da classe B ou até mesmo C.. Ter renda alta não é o mesmo do que ter patrimonio e um bom estilo de vida!!

7 comments:

  1. Olá Vida Boa,
    muito legal o seu blog. Continue assim: a vida de um bom praticante de Análise fundamentalista se constrói com muito aprendizado e investigação antes de qualquer coisa.

    Abraços,
    Pablo Santos

    ReplyDelete
  2. Post interessante. Estou na B1, com aportes mensais da B2. Que em 2011, se o governo permitir, chegue logo na A2 e comece a fazer aportes da B1. Você não poderia postar alguma pesquisa sobre poupança na faixa etária dos 20 aos 30 anos? Abraços e sucesso.

    ReplyDelete
  3. Interessante sua leitura!

    Ser rico não significa ganhar muito, mas sim saber lidar bem com seu dinheiro. Ou seja, investir bem (renda passiva) e simplificar a vida vivendo de modo frugal (gastar apenas com o importante).

    Abraços!

    ReplyDelete
  4. Olá,

    Interessante o post, mas realmente sem sentido.

    Abraço
    http://www.efetividade.blog.br/

    ReplyDelete
  5. LeN, Kaschperl e HC: Obrigado pelos comentários.

    Blogj11: Obrigado pelo comentário construtivo. Eu dei uma ajustada no post para a idéia ficar um pouco mais explícita.

    ReplyDelete
  6. Muito interessante a idéia... Seria o IBGE o formulador destes dados, correto?

    ReplyDelete
  7. Oi Diego... Esta classificação é utilizada pela consultoria Target.. Existem outras tabelas de classificações com menos segmentos de renda (usando classe A apenas ao invés de A1, A2..)

    Abraços!!

    ReplyDelete